The Devil of Love

Notícias? Não tenho para dar. Só que me dei conta de que não devo explicações a ninguém. Nem a mim mesma. rs. Hoje, descobri uma coisa interessantíssima. Meu consciente é pegajoso e inútil. Sou muito mais esperta, inteligente e ágil no meu inconsciente. I’m a Unconcient Girl, definitivamente falando. As decisões são tomadas muito mais rápido e muito mais decentemente quando estamos fora de nós mesmos. Como eu cheguei a essa conclusão? Simples! Quantas vezes você deixou de fazer algo porque pensou demais. Pensar demais é o meu grande mal. Daqui para frente não vou pensar tanto… Talvez já tivesse solucionado algumas coisas se não matutasse tanto. Por outro lado, quanto mais eu penso, mais as coisas se descortinam a minha frente. Mas eu estou com medo… E se eu acabar descobrindo demais? O castigo inevitável de saber e não poder falar. Ao mesmo tempo em que não quero saber o que vai acontecer, eu preciso saber das coisas. Extinto Dev.

Ser uma garota que sabe demais às vezes não é bom. As pessoas precisam desabafar e não posso falar sobre isso. AO MESMO TEMPO QUERO ESCANCARAR TUDO. AS PESSOAS SÃO TÃO CEGAS QUE ÀS VEZES PENSO QUE VOU TER UM ATAQUE! Viver em um mundo fútil não é legal, mas é isso que elas fazem. Cansei. Lamento dizer que cansei. Desistir não é do meu feitio, mas eu não desisti. Apenas estou cansada. (só quero que saiba que isso foi um erro, irreversível erro.) Isto esta me consumindo, muito mais energia e boa vontade que eu pensei que consumiria quando eu comecei. Não que eu me arrependa, mas nunca pensei que tomasse essas proporções. Mas isso esta exigindo o meu lado “bonzinho”. Sou muito melhor do outro jeito, The Devil Deville. Adoro dizer isso. Poderia ser uma mistura dos dois tranquilamente Yyng e Aang. Sou uma sombra do que já fui. Porque estou cansada. (mas está chegando) Seria então Devil of Love? Acho que já vai acabar… Eu preciso parar… Acho que estou doente. Na verdade desde o início estou terrivelmente doente. Desde o primeiro dia.

Me sinto vazia. Oca e sem ar. Como se sempre estivesse agonizando a espera de algo… algo… Sou um coração lotado mas que ainda espera um inquilino, que não chega… Não chega…Por mais que eu espere, ele me engana e não vem outra vez. Sou impaciente para o futuro e paciente demais no presente. Sou feliz no futuro e triste no presente. O meu eu do futuro é muito mais sincero. É o meu eu inconsciente. Minha cabeça dói está pesada, cheia demais. Consciente lento… quase parando. Mas eu não desisto. EU NUNCA DESISTO! A reflexão é minha maior arma. Mas eu preciso organizá-la, com calma. Preciso colocar algo em jogo… Meu futuro? OK, ótimo a coisa que eu mais prezo. Me odeio no presente. Me sinto fracassada e incapaz. Silenciosa e mortal. São os meu dois lados, a Devy e a Deville. DEVILLE WISHER. Tenho um santo NOJO dessas coisas. Hey, hey! Deville volte aqui! PORQUE EU NÃO CONSIGO???

Deville e “Devy” são muito diferentes… Devy diria eu preciso. Deville diria eu quero. EU QUERO!!! EU SEI QUE EU POSSO, MAS EU NÃO CONSIGO!!!! Agora vai ser diferente. Eu prometo.

#Deville

2 pensamentos sobre “The Devil of Love

Expresse-se, tire dúvidas, critique e elogie. Esse espaço é seu, mas não é permitido brigas via comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s